Rss

Chakras: a base dos estudos de anatomia no Tantra

Na base de todas as técnicas tântricas para expansão da consciência, o que inclui o uso do sexo e da sexualidade, está o estudo dos Chakras, os centros de energia tântricos que se distribuem pelo corpo. Segundo as escrituras denominadas “Tantras”, que deram origem ao termo Tantra, o fluxo nesses centros de energia precisa ser constante.

Virginia Gaia Tantra

Os chakras distribuídos ao longo o corpo e da coluna vertebral 

Distribuídos ao longo do corpo e da coluna vertebral, os chakras formam um sistema complexo no qual circula a Kundalini, a energia vital tântrica. Para o Tantra, a energia vital de todas as pessoas tem fundo sexual. Embora sob abordagem esotérica, em ultima instância, o que o Tantra descreve é muito semelhante ao que a psicanálise chama de libido.

A grande diferença da abordagem tântrica em relação à abordagem psicanalítica é que a primeira tem uma abordagem mais mística e integral, colocando o homem mais próximo da natureza, com o intuito de buscar a origem do universo. Mas engana-se quem pensa que o Tantra é uma doutrina religiosa e dogmática, muito pelo contrário.

O Tantra é uma prática pagã e não está atrelado a nenhuma religião. Nele, o aspirante deve buscar o autoconhecimento e pode escolher entre duas vertentes: o caminho da mão esquerda (Vama Marga), que não prega a existência de um deus externo à consciência e à própria natureza, ou o caminho da mão direita (Dakshina Marga), que tem um caráter mais devocional.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *