Rss

astrologia eclipse nodo norte nodo lunar virginia gaia

Julho de 2018 já teve um Eclipse Solar parcial, no dia 12, e terá um Eclipse Lunar total, no dia 27. Duas semanas depois, em 11 de agosto, teremos outro Eclipse Solar parcial. Por conta disso, os próximos dias trarão muitas emoções – e talvez um pouco de drama. Vamos entender um pouco melhor os eclipses em geral?

Eclipses são fenômenos astronômicos que sempre chamam a atenção. Encobrindo o Sol, no caso do Eclipse Solar, ou a Lua, no Eclipse Lunar, geram medo e fascínio desde os primórdios da humanidade. Diversos documentos da Antiguidade retratam a recepção dos eclipses por diferentes povos e culturas, que nem sempre os viam com bons olhos.

Os Eclipses acontecem em pares ou – às vezes, em uma sequência de até três eclipses, como agora –, em intervalos de quinze dias, em momentos de Lua Nova e Lua Cheia. Na Astrologia, esse ciclo é chamado de Ciclo de Saros, cuja evolução é marcada no céu pelo eixo formado entre o Nodo Norte e o Nodo Sul. Também chamados de Caput Draconis e Cauda Draconis (ou Cabeça do Dragão e Cauda do Dragão, respectivamente), eles são dois pontos matemáticos no céu, localizados em signos opostos. No Mapa Astral pessoal, o Nodo Norte, e sobretudo a casa astrológica na qual ele se encontra, indica os desafios que temos que encarar para nos tornarmos melhores e mais felizes, enquanto o Nodo Sul e, mais uma vez, a casa astrológica onde está, sinaliza aquilo que é fácil para nós. No céu, são pontos onde acontecem os eclipses.

A influência dos eclipses é sempre marcante. No coletivo, sentimos os ânimos aflorados. Quando acontece um Eclipse Solar – obrigatoriamente em uma Lua Nova –, a Lua, que simboliza o passado e a memória emocional, encobre o Sol, regente da consciência e da essência pessoal. Assim, a Lua traz assuntos do passado para que sejam ressignificados e reinterpretados à luz de uma nova consciência, do despertar para o novo. Por sua vez, em um Eclipse Lunar, a sombra da Terra é projetada na Lua, fazendo com que ela desapareça temporariamente do céu. Nele, é necessário aprender com o passado e rever a si mesmo. É hora de se preparar para o futuro, com base no novo, até que um novo Eclipse Solar traga a oportunidade de expansão da consciência. Por isso, os efeitos dos eclipses podem ser sentidos por até seis meses. O Ciclo de Saros ativa, sucessivamente, diferentes casas astrológicas, fazendo com que o indivíduo se torne mais consciente das promessas do seu mapa.

No próximo eclipse, preste atenção às reflexões e novidades que ele trouxer para você. Lembre-se de que todas as mudanças de situação que acontecem nos dias próximos a ele representam valiosas oportunidades para trabalhar a sua espiritualidade e a sua evolução pessoal como um todo!

Para saber mais sobre Astrologia, clique aqui.

Para saber mais sobre os meus atendimentos com Tarô, Astrologia e outras técnicas, clique aqui!

Quer estudar Astrologia? Veja informações sobre o meu Curso de Introdução à Astrologia aqui!