Rss

Archives for : Destaque

Programa A Tarde É Show com Nani Venâncio

Virgínia é astróloga e taróloga do programa A Tarde É Show, com a apresentadora Nani Venâncio, na Rede Brasil de Televisão (www.rbtv.com.br). Todas as segundas feiras, à partir das 16h30, você pode acompanhar, ao vivo, o horóscopo da semana para os 12 signos!

astróloga e taróloga do programa A Tarde É Show com Nani Venâncio na Rede Brasil de Televisão Horóscopo semanal

Para saber mais sobre atendimentos com Astrologia, Tarô e outras técnicas, clique aqui!

Para assistir ao horóscopo mensal para o seu signo, clique aqui!

Para conferir as previsões semanais para o seu signo, clique aqui!

A abordagem holística da sexualidade

magia sexual sexologia holística Tarô Astrologia Virginia Gaia

Tarô de Thoth: a alquimia sexual está representada do encontro do parceiro à fusão de fluidos corporais. Nos arcanos “Os Amantes” e “A Arte”, a lança e a taça aludem aos genitais, representando polaridades arquetípicas na jornada evolutiva do indivíduo. 

É difícil estabelecer o ponto exato na história da humanidade no qual se separou a sexualidade da ideia de autorrealização.  O que a arqueologia comprova é que, na pré-história e na Antiguidade, não foram poucas as culturas que uniram o sexo a práticas místico-religiosas para elevar o espírito. Em culturas nas quais não havia tantas especialidades nem o nível de desenvolvimento científico que temos atualmente, eram os esotéricos que acumulavam as funções que hoje damos a um sem número de especialistas que trabalham, de forma direta ou indireta, com a sexualidade humana.

Depois de anos e anos de repressão e de conflito com a religião, não é de se estranhar que a ressurgência dos estudos sobre a sexualidade acontecesse em meio à comunidade médica. Foi com o fundador da psicanálise, Sigmund Freud, e o seu conceito de libido que resgatamos o papel da sexualidade para o bem estar psíquico e emocional do indivíduo. Mas engana-se quem acha que durante o período dominado pelos tabus religiosos não se fizeram estudos sobre a relação entre o sexo e a consciência.

Longe das igrejas, aqueles que questionavam dogmas sempre estudaram a sexualidade. Sob o véu de ordens secretas e seitas restritas a iniciados, o sexo teve amplo espaço de discussão entre os estudiosos de magia e ocultismo. Buscando referências no Tantra e suas influências no Hinduísmo, Budismo e Taoísmo, os ocultistas ocidentais conectaram os dois hemisférios para organizar esse conhecimento em prol do bem-estar e do desenvolvimento psíquico. Assim surgiu a conexão entre os Chakras, os centros por onde circula a energia vital tântrica, e a Cabala, que remete ao esoterismo judaico.

Seguindo princípios do Hermetismo, os magos ocidentais também estabeleceram correspondências entre linguagens simbólicas, como a Astrologia e o Tarô, com o desejo e a resposta sexual humana. Assim, encontramos diversos conceitos sobre o uso da sexualidade como meio para expansão da consciência em um conjunto de autores ligados às Ciências Ocultas. Em meio a nomes ligadas à Ordem Rosacruz, como Pascal B. Randolph, à Teosofia, como Helena Blavatsky e Ida Craddock, e autores oriundos da Ordem Hermética da Aurora Dourada, como Dion Fortune e Israel Regardie, as bases da magia sexual são firmadas em uma abordagem que é multidisciplinar por excelência. Mais tarde, o controverso ocultista inglês Aleister Crowley desenvolveria seu próprio sistema mágico-sexual e, entre outras coisas, retrataria estágios do ato sexual em seu Tarô de Thoth. Na mesma época, Austin Osman Spare criaria o conceito de “nova sexualidade”.

É interessante observar que esse resgate de conhecimentos milenares, ocorrido sobretudo entre os ocultistas do século XIX, propagou conceitos que somente receberiam atenção da ciência anos depois. Muito antes da publicação dos relatórios de Alfred Kinsey, considerado por muitos o pai da Sexologia, os magos já propagavam a necessidade da descriminalização de práticas como a masturbação e a homossexualidade. Bem anteriormente a William Masters e Virginia Johnson escreverem sobre a resposta sexual humana, os místicos já haviam relacionado estados de consciência a estágios do desenvolvimento sexual, sensações e fluidos corporais. Mesmo sem o viés científico da fisiologia de hormônios e neurotransmissores, os conceitos baseados em polaridades e arquétipos da magia sexual são de grande valia para trabalhar melhor a sexualidade em homens e mulheres.

Falar então sobre a necessidade de uma abordagem holística para a sexualidade é olhar o indivíduo como um todo. É perceber as conexões entre corpo e psique em um nível profundo, facilitando o caminho terapêutico para aqueles que buscam uma vida afetiva mais prazerosa e feliz – até porque um indivíduo que se conhece bem e está conectado com sua Verdadeira Vontade se relaciona melhor com as pessoas em geral e com seu parceiro afetivo em particular. E significa também associar o embasamento científico da Sexologia moderna a técnicas milenares de expansão da consciência, integrando elos que se dispersaram ao longo da história para gerar resultados mais efetivos.

Para ler mais sobre as técnicas holísticas que integram Sexualidade e Espiritualidade, clique aqui

Para saber mais sobre as sessões de Coaching de Relacionamento & Sexualidade, clique aqui!

Curso de Introdução à Astrologia

astrologia curso hermetismo astrólogo virginia gaiaO Curso de Introdução à Astrologia dá subsídios sólidos para quem deseja conhecer a Astrologia para o autoconhecimento, aplicação mágica ou orientação cotidiana. Além disso, também serve como módulo introdutório para quem deseja formar-se  astrólogo.

Muita gente acha que a Astrologia se limita ao horóscopo. Você sabe qual a origem do horóscopo que vemos diariamente nos jornais e revistas? E sabe qual a diferença entre o horóscopo e um mapa astral? Como um dos conhecimentos mais ancestrais da humanidade, a sabedora da Astrologia é utilizada há milênios para fazer previsões e também para o autoconhecimento. Além disso, foi incorporada aos mais diversos sistemas mágicos e ocultistas, que buscaram referências astrológicas para os seus rituais e consagrações. Peça-chave para o entendimento das Ciências Herméticas, a Astrologia é a mãe de ciências modernas como a Astronomia, sendo um sistema totalmente baseado em técnica e cálculos matemáticos como forma de interpretação simbólica do universo.

O programa tem 6 (seis) aulas, com duração de 2 horas e meia cada uma, e inclui:

– Principais tópicos da História da Astrologia

– As diversas faces da Astrologia: culturas, tipos e escolas astrológicas (Caldaica, Árabe, Tradicional, Védica, Moderna, Psicológica, Kármica, Hermética, entre outras).

– O horóscopo e a Astrologia Moderna

– Astronomia versus Astrologia e a Mecânica Celeste

– Signos, planetas e planetas nos signos

– Dignidades planetárias

– Planetas Retrógrados

– Lunações

– Aspectos astrológicos

– Uso cotidiano, aplicação prática e mágica da Astrologia

– Exercícios práticos

As aulas podem ser presenciais ou online, em turmas de até quatro alunos ou particulares. Para mais informações, entre em contato pelo telefone e WhatsApp (11) 99970-2260 ou pelo e-mail contato@virginiagaia.com.br 

 

Curso particular presencial ou online: R$ 1.250. O valor pode ser parcelado pelo PagSeguro em até 12 vezes de R$ 125,50




Os valores podem ser pagos em até 12 vezes, pelo PagSeguro. 

 

Para ler todos os meus artigos, entrevistas e matérias sobre Astrologia, é só clicar aqui!

 

Curso de Formação em Baralho Cigano

baralho cigano curso formação em baralho cigano taro cigano virginia gaia ayasofia cartomancia curso de leitura de cartas

O Curso de Formação em Baralho Cigano (Lenormand) prepara o aluno para o uso desse tradicional oráculo com finalidades divinatórias ou para orientação pessoal. Habilitando o aluno para atuação profissional como oraculista, também é um excelente instrumento para quem está em busca de autoconhecimento e desenvolvimento da intuição.

Um dos principais diferenciais do curso é a oportunidade de estágio supervisionado antes da obtenção do certificado. Ou seja: ao concluir o curso, todos os alunos poderão prestar atendimentos como oraculistas e exercer atividades correlatas com proficiência.

O programa tem 5 (cinco) aulas, com duração de 2 horas cada uma, e inclui:

  • História e Origem
  • História do Baralho Cigano no Brasil (uso na Umbanda e outras tradições)
  • Simbologia Cigana
  • Diferenças entre Tarô e Baralho Cigano
  • Significados das Cartas
  • Métodos de Tiragem (Mandala Astrológica, Mesa Real e Ferradura, entre outros)
  • Preparação do Ambiente
  • Preparação Pessoal
  • Rituais e Consagração do Baralho

As aulas podem ser presenciais ou online, em grupo ou em formato individualizado. Para mais informações, entre em contato pelo telefone e WhatsApp (11) 99970-2260 ou pelo e-mail contato@virginiagaia.com.br 

 

Curso particular online (inclui apostila): R$ 530. O valor pode ser parcelado pelo PagSeguro em até 12 vezes de R$ 53,21.




Curso de Formação em Tarô

tarô tarot thoth curso de formação em Taro tarologa tarologo Virginia Gaia templo AyasofiaPara quem deseja conhecer melhor a arte da leitura de cartas para finalidades divinatórias ou de autoconhecimento, há o Curso de Formação em Tarô. O conteúdo é direcionado tanto para quem deseja utilizar o Tarô para o seu desenvolvimento pessoal como para aquele que quer atuar profissionalmente como tarólogo. Com duração de 2 meses e meio (são 10 encontros ao todo), a formação tem o diferencial de oferecer a oportunidade de um estágio supervisionado antes da obtenção do certificado.

Ser tarólogo requer conhecimento, técnica e uma formação multidisciplinar. Dominar o significado das 78 cartas do Tarô (os 22 Arcanos maiores e os 56 menores), bem como conhecer diferentes métodos de tiragem, representa apenas o ponto de partida para essa jornada, que também demanda o estudo de disciplinas correlatas como  Astrologia, Numerologia e Cabala. Confira os tópicos do conteúdo:

• A origem do Tarô: influências e hipóteses para o surgimento do conjunto de cartas

• A função do tarólogo

• O exercício da intuição

• Considerações sobre a escolha do baralho ou deck

• Tarô e Cabala: as cartas nas esferas e caminhos da Árvore da Vida

• Noções de Astrologia aplicadas ao universo do Tarô

• Os Arcanos Maiores: uma jornada de autodesenvolvimento

• Arcanos Menores: Naipes e Elementos

• As Cartas de Ás a Dez: os detalhes da história pessoal do consulente

• As Cartas da Corte: os agentes, personagens e personalidades do Tarô

• Métodos de Tiragem:

a) Métodos clássicos: três cartas, tiragem em cruz, ferradura, peladán, cruz celta, mandala astrológica, entre outras.

b) Criando os próprios métodos de tiragem

• Rituais: preparação pessoal, das cartas e do ambiente

As aulas podem ser presenciais ou online, em grupo ou em formato individualizado. Para mais informações, entre em contato pelo telefone e WhatsApp (11) 99970-2260 ou pelo e-mail contato@virginiagaia.com.br 

Curso particular online (inclui apostila): R$ 1.250. O valor pode ser parcelado pelo PagSeguro em até 12 vezes de R$ 125,50.




Aproveite e assista uma leitura de Tarô feita ao vivo para o programa A Tarde É Show com Nani Venâncio, na Rede Brasil de Televisão, clicando aqui!.

Quer ser tarólogo, mas não sabe qual baralho ou deck escolher? Leia sobre essa importante decisão neste artigo aqui!

Para ler todos os meus artigos, entrevistas e matérias sobre Tarô? É só clicar aqui

Lições de Marte e Vênus sobre sexo e relacionamento

marte e venus astrologia virginia gaia sexualidade

Na Astrologia, eles são os planetas regentes do sexo e do relacionamento. Na Mitologia greco-romana, seus arquétipos e mitos inspiraram milhões de pessoas a refletir sobre a natureza desses dois temas complexos e fascinantes, que são essenciais para qualquer relação afetiva. Estamos falando de Marte e Vênus, um dos casais mais “quentes” presenets na história da humanidade e suas crenças.

E do casamento do deus Marte com a deusa Vênus nasceu o Cupido (ou Eros para os gregos), que é o regente do erotismo. O deus responsável por atingir as pessoas com flechadas de amor é também um dos mais belos deuses de toda a família de deuses greco-romanos. Sempre atirando flechas aos outros, um dia foi ele mesmo que se apaixonou. E sua esposa não poderia ser outra além de Psiquê, a deusa da alma.

Confira o artigo completo que escrevi para a Wiki da Loja do Prazer, clicando nesse link aqui!

Cinco verdades sobre Astrologia que todos deveriam saber

Embora ela seja uma técnica milenar e  parte da vida das pessoas desde o início da história da civilização, muita gente ainda se confunde quando o assunto é Astrologia. Então é bom saber que:

astrologia astróloga Virginia Gaia horóscopo signos

1. Astrologia não é vidência  

A Astrologia é uma técnica. Foi desenvolvida com base na observação dos astros e sua relação com os ciclos naturais (Estações do Ano, Solstícios, Equinócios, etc.). O cálculo de um Mapa Astral é um exercício matemático dos mais complexos.  A interpretação depende dos ângulos que os astros fazem em relação uns aos outros e a pontos matemáticos geometricamente calculados. Interpretar um mapa astral não é um fenômeno mediúnico. Desconfie de Astrólogos que dizem usar mediunidade para exercer a profissão.

2. A formação do Astrólogo

Para ser Astrólogo, o indivíduo precisa investir, antes de qualquer coisa, em conhecimento. A Astrologia exige estudo técnico e cursos de formação específica, além de conhecimento de disciplinas correlatas como Astronomia, Mitologia, Psicologia, História e conhecimento geral das chamadas Ciências Herméticas. São anos de estudo disciplinado até que se possa conhecer o básico empregado em um atendimento.

3. A Astronomia nasceu da Astrologia

A Astrologia é a ciência mãe da Astronomia. Os maiores Astrônomos também foram os maiores Astrólogos. Copérnico, Paracelso,  Newton, entre outros, eram Astrólogos. Até Galileu, o primeiro a afirmar que a Terra girava em torno do Sol – e não o contrário – era Astrólogo além de ser Astrônomo.

4. Geocentrismo versus Heliocentrismo

O principal argumento da Ciência contra a Astrologia é a de que esta é Geocêntrica. Sim, na Astrologia, o Sol é chamado de planeta e, nela, avaliamos o caminho que o Sol faz ao redor da Terra. Aliás, a Lua também é considerada um planeta. Claro que os Astrólogos sabem que a Terra é que gira em torno do Sol (a exemplo de nosso colega Astrólogo Galileu). Mas, em um Mapa Astral, consideramos a perspectiva a partir da Terra porque é aqui que nasceu o indivíduo dono do mapa a ser analisado. E é onde todos os humanos vivem (pelo menos até o momento). O dia em que nascer um humano em outro planeta que não a Terra, serão necessários milhares de anos de observação da influência dos astros na natureza daquele planeta até que se consiga sistematizar conhecimento suficiente para a criação de toda uma nova Astrologia relacionada àquele planeta.

5. A Astrologia não se resume ao Horóscopo para os 12 signos solares

Os tradicionais e populares Horóscopos para os 12 signos solares (aqueles que habitualmente são chamados de Horóscopo e que todo mundo tem acesso pelos meios de comunicação), fazem a análise dos aspectos gerais em relação ao posicionamento do Sol e mais alguns outros poucos itens da análise Astrológica. Esse tipo de Horóscopo é muito prático e válido como um aconselhamento geral em relação a cada signo solar, mas não substitui a análise personalizada do Mapa Astral. Somente a análise criteriosa do Mapa Natal – junto à aplicação dos métodos para Previsão Astrológica – permitirá tecer as interpretações e as previsões específicas para cada indivíduo. Consulte sempre um Astrólogo!

Tantra e Neotantra: variações e banalizações do tantrismo

É bem verdade que a prática do Tantra é muito variada. É tão diversificada quanto o tamanho de sua história que contabiliza já mais de cinco mil anos. Mas, em meio a tantas variações, há também um sem número de adaptações e banalizações que pouco nada tem de tântricas.

O Tantra tem base filosófica, é pagão e anterior ao surgimento das religiões. Para sua prática, deve-se estudar a anatomia dos Chakras, entender e meditar sobre a sua natureza matriarcal postulada sob o conceito de Shakti e conhecer uma série de preceitos filosóficos que visam expandir a consciência do aspirante. A partir de uma base de conhecimento, é possível a auto-iniciação na prática do Sexo Tântrico – ou do Maithuna, para utilizar a nomenclatura original em Sânscrito.

Virginia Gaia Tantra sexo tântrico Neotantra massagem tantrica vama marga magia sexual  maithuna caminho da mao esquerda

A união sexual de Shiva com sua Shakti

As práticas do Sexo Tântrico também variam em função de diversos aspectos, especialmente em relação a sua abordagem nas diferentes correntes do Tantra. No Dakshina Marga, o denominado Caminho da Mão Direita,  o sexo é secundário e tem caráter devocional. Seguidores mais radicais desse caminho podem, por exemplo, optar por suprimir o orgasmo ou até seguir um caminho celibatário. E ainda assim praticarem Tantra. Já no Caminho da Mão Esquerda, ou Vama Marga em sânscrito, o orgasmo não somente é desejado como potencializado, já que o prazer é visto como meio para expansão da consciência. Nele, o orgasmo é sinônimo do que os franceses chamam de “Petit Mort”, ou “Pequena Morte” na tradução livre ao português, e pode abrir o caminho para estados alterados de percepção sobre a realidade. Praticantes radicais da via sinistra buscam o desenvolvimento da capacidade multiorgástica para trabalhar técnicas como a exaustão por meio do orgasmo.

Entretanto, a repressão da sexualidade que vivenciamos especialmente nesses últimos 2 mil anos deu origem a uma série de adaptações que muito pouco ou nada mantém da essência tântrica. Autores populares como Osho e seus seguidores criaram o que se chama de Neotantra, prática que não se enquadra em nenhuma das correntes do Tantra da Antiguidade. Do Neotantra surgiu a tão famosa “massagem tântrica” e um conjunto de textos de autoajuda que nada falam da filosofia tântrica. Praticantes da “massagem tântrica” insistem em reafirmar que seus serviços não são sexuais, já que não incluem intercurso sexual, mas englobam em muitos casos manipulações genitais em busca do orgasmo. E clientes desse tipo de serviço pouco ou nada sabem das bases filosóficas do Tantra. Seria esse um caminho mesmo viável para expansão da consciência ou mero e banal hedonismo capitalista?

Enquanto isso, o Maithuna virou tabu. Falar de sexo e espiritualidade é ponto de desconfiança. Falar de sexo e misticismo, resgatando a essência do Tantra em práticas sexuais de fato, ainda é assunto encoberto por desinformação. Daí vemos muitos praticantes sérios do Tantra que evitam falar das técnicas sexuais, já que elas representam apenas 7% do conteúdo das escrituras dos Tantras. E tal conteúdo segue sob o desconhecimento da sociedade e do publico em geral.

Vamos então mudar essa realidade, quebrar tabus e falar seriamente do sexo para expansão da cosnciência? Tantra não é só sexo, mas sua filosofia está fortemente embasada na sexualidade e na canalização da energia sexual. E difundir as bases filosóficas entre iniciantes não é assim tão dificil. Pois precisamos acreditar que há muito mais pessoas interessadas em expandir a autoconciência e lidar melhor com a própria sexualidade, sem terceiros, vivendo o sexo tântrico na intimidade, sozinho ou com o parceiro.