Erros comuns ao lidar com a espiritualidade

erros na espiritualidade - Virginia Gaia
A senda da espiritualidade também pode apresentar armadilhas: confira algumas dicas para fugir delas.

Para a maior parte das pessoas, o encontro de um sistema de crenças – ou mesmo de uma religião – que realmente gere profunda identificação pessoal é um fenômeno cheio de magia. A satisfação por se sentir mais conectado ao universo e estar trabalhando a espiritualidade é sinônimo de euforia e grande bem estar, especialmente para quem não quer seguir algo por imposição ou mera convenção social.

Entretanto, como em qualquer processo humano, o cultivo da espiritualidade não está livre de falhas e enganos. Então, se você está procurando expandir sua consciência e trilhar um caminho místico, esteja atento a esses três pontos que não passam de armadilhas do ego e da mente:

1. Considerar-se moralmente superior

Há quem sinta que, por trabalhar a espiritualidade de alguma forma, torna-se um ser “do bem”. Com isso, tenta ensinar aos outros a forma “certa” para encarar tudo, ignorando necessidades individuais e até opiniões de quem está a sua volta. Assim, procura impor suas verdades e acaba se fechando em grupos, cada vez mais limitados, de pessoas que pensam da mesma forma que ele. Ainda que não perceba esse processo, ou não admita para si mesmo, esse indivíduo está apenas alimentando um vício bem mundano: a vaidade.

2. Negar evidências materiais e até científicas

É inegável que há uma relação direta entre saúde física, psíquica e espiritual. Só que a abordagem integrada ou holística desses três pilares precisa estar bem fundamentada. É um erro ignorar a ciência e até os avanços da medicina moderna na hora de lidar com doenças psíquicas e psicossomáticas. Encare as coisas de frente: uma vez que uma doença se manifestou no seu corpo físico, é necessário procurar orientação médica, ainda que você esteja tratando do seu bem estar emocional e espiritual com especialistas. Desconfie de gurus e profissionais holísticos que descredenciam o uso de medicamentos e tratamentos de saúde tradicionais.

3. Achar que a vida espiritual é só felicidade e prazer

É claro que na busca pelo autoconhecimento e pela espiritualidade está intrínseca a noção de bem estar, em um sentido amplo. Entretanto, é ingênuo achar que, nessa senda, não haverá momentos desafiadores. Todo mundo tem seus dias difíceis e, mesmo que você esteja no caminho certo, há situações que servem de aprendizado e, portanto, precisam ser vivenciadas. A espiritualidade saudável ajuda você a perceber um significado maior nesse processo, o que também faz com que você tenha mais força e equilíbrio para encarar a vida.

E continua…

Essa lista é enorme, mas começar por esses tópicos já é bem produtivo. Faça a sua auto-análise e, se necessário, busque uma opinião externa e isenta. E lembre-se: espiritualidade saudável é aquela que incentiva o questionamento.

Compartilhe esse artigo:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Faça seu Mapa Astral com a astróloga Virginia Gaia!

Mapa Astral: Autoconhecimento + Previsões para o período de 01 ano
(Mapa Natal + Trânsitos + Progressões + Revolução Solar)

PARCELE EM ATÉ 6X SEM JUROS!

WhatsApp chat