Constelação do Cisne

Constelação do Cisne - Virginia Gaia
Imagem tratada da ilustração da Constelação do Cisne presente no catálogo estelar "Uranometria", de 1603, resultado da pesquisa do astrônomo alemão Johann Bayer (1572-1625)

Localizada em uma área privilegiada do céu, a Constelação do Cisne pode ser vista sobre um dos arcos da Via Láctea – nossa galáxia – que brilham no firmamento. Assim, soma-se ao brilho de suas estrelas, um fundo esbranquiçado e cintilante de gás e poeira cósmica. Nesse lindo conjunto, um grupo de estrelas bem brilhantes e de cores variadas dá forma a um cisne, que desce do alto do céu, em direção a Terra. Diante do visual de rara beleza, a simbologia da Constelação do Cisne exala sonho e espiritualidade elevada. 

A maior e principal estrela do conjunto é Deneb Adige, cujo nome oficial é Apha Cygni. Ela marca a cauda dessa ave com propriedades mágicas, cintilando em tom alvo e bem brilhante. Além de Deneb, destacam-se ainda outras estrelas de rara beleza. Uma delas é Albireo (Beta Cygni), uma estrela dupla, mas que cintila no céu como um único ponto laranja com nuances azuladas, no bico do cisne, em uma composição de cor oscilante e magnífica.  No peito do cisne, há também a alva Sador (Gama Cygni) e a azulada Al Fawaris (Delta Cygni) que, junto à alaranjada Gienah (Epsilon Cygni), em uma das asas, e outras diversas estrelas de cores variadas desenham essa espécie de ave que aparece em diversos mitos como animal-totem.

A magia do cisne: lirismo e imortalidade para as grandes jornadas psíquicas

Há duas versões para o mito atrelado à Constelação do Cisne. Na primeira delas, a ave seria a representação de Júpiter, o deus dos deuses, descendo do Monte Olimpo, em forma de cisne, para conquistar Leda, a mortal mãe dos irmãos gêmeos Castor e Pollux. Na segunda versão, ela representaria Orfeu, o filho de Apolo que desceu ao submundo atrás de sua amada Eurídice, sem depois conseguir retornar ao mundo dos vivos. Assim, teria sido eternizado no céu como um cisne para estar ao lado da lira que tocava com tanto talento e que está no céu em outra constelação, ao lado da constelação do cisne.  Então, em qualquer uma dessas versões, temos a ideia da magia e da espiritualidade conectadas pelo amor e pelo sonho. 

No Mapa Astral, ter em destaque algumas dessas estrelas significa levar para a vida uma capacidade ímpar de lidar com a sensibilidade, a complexidade da alma humana. As estrelas da Constelação do Cisne trazem habilidade artística, beleza e até romantismo. Porém, por outro lado, elas também conferem uma espiritualidade elevada e uma capacidade acima da média de lidar com a dor, o sofrimento e com os ciclos de mudança, seja na própria vida ou na de pessoas que precisam de ajuda.

Parte do grupo de 48 constelações descritas pelo astrônomo, astrólogo e matemático Cláudio Ptolomeu, na Grécia Antiga, a Constelação do Cisne é mencionada em suas famosas obras Almagesto e Tetrabiblos. Outra obra clássica que a descreve é Catasterismo, livro atribuído ao também influente pensador grego Eratóstenes, que relata os mitos gregos das constelações.  

Compartilhe esse artigo:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Faça seu Mapa Astral com a astróloga Virginia Gaia!

Mapa Astral: Autoconhecimento + Previsões para o período de 01 ano
(Mapa Natal + Trânsitos + Progressões + Revolução Solar)

PARCELE EM ATÉ 6X SEM JUROS!

WhatsApp chat